Foguetes espaciais

Inscreva-se na Tigtag hoje para ver este vídeo

Já é assinante? Log in

Foguetes espaciais

Transcrição

"T-menos 13, 12, 11, 10, 9, 8, inicie o motor principal, 6, 5, 4, 3, 2, 1, e zero. O ônibus espacial Atlantis foi lançado."

Como um foguete é lançado para o espaço?

Como pode se mover para cima quando parece não ter nada lhe empurrando?

Isso se baseia no fato de que, para toda força, existe outra força de mesma intensidade e direção, mas de sentido oposto.

para toda força,
existe outra força de mesma intensidade e direção, mas de sentido oposto

Esse fato foi observado pela primeira vez pelo cientista britânico Sir Isaac Newton, que foi inspirado pela natureza para criar regras sobre tais forças.

Sir Isaac Newton
1642-1727

Uma delas é conhecida como a Terceira Lei de Newton.

Terceira Lei de Newton

Essa lei diz que quando um objeto atua em um sentido – a ação –, uma força igual irá atuar de volta na mesma direção, mas no sentido oposto –, a reação.

ação
reação

O motor de um foguete conta com a terceira lei de Newton para impulsionar a nave espacial através do ar.

Conforme o combustível dentro do motor do foguete queima, ele produz um gás quente.

À medida que mais gás é produzido, a pressão aumenta, e o gás sai do bocal de escape em alta velocidade.

bocal

O gás é empurrado para trás, para longe do foguete

ação para baixo

e como para toda força há outra força de mesma intensidade e direção, mas de sentido contrário, o foguete empurra o gás para baixo e o gás empurra o foguete para cima.

reação para cima

Considerando que o motor continue a liberar o gás para fora da parte inferior do foguete, o foguete irá mais e mais alto... Através da atmosfera e por todo o caminho até o espaço.

Então, é graças a Terceira Lei de Newton que conseguimos decolar!

Para toda força, existe outra força de mesma intensidade e direção, mas de sentido oposto

Informações do vídeo

Saiba como foguetes se lançam no espaço a velocidades espantosas.

Principais pontos de aprendizagem

  • A Terceira Lei de Newton afirma que para toda força existe outra força de mesma intensidade e direção, mas de sentido oposto.

Vídeos relacionados